MARES em torno de Flávio de Carvalho

Os pesquisadores do MARES se encontraram virtualmente para debater a obra de Flávio de Carvalho. Os pontos de partida foram a conferência “A cidade do homem nu”, de 1930, e o livro “Os ossos do mundo”, de 1936. Esses textos podem ser acessados aqui: As performances – Experiências número 2 e número 3 – e as relações possíveis de serem traçadas entre ele e outros autores, como Georg Simmel, foram objeto de discussão pelos pesquisadores do coletivo. Continuar lendo MARES em torno de Flávio de Carvalho

Como as Coisas Importam: uma Abordagem Material da Religião – Textos de Birgit Meyer

Este volume apresenta uma seleção de textos de autoria de Birgit Meyer, antropóloga vinculada ao Departamento de Filosofia e Estudos Religiosos da Universidade de Utrecht, na Holanda. Meyer propõe uma abordagem material da religião, elaborando conceitos que enfocam as tecnologias, as imagens, os objetos e os espaços por meio dos quais as práticas religiosas ocorrem. Nessa abordagem, o corpo e as sensações são temas centrais, articulados em uma anállise que se preocupa com as dimensões do poder e da formação dos sujeitos e das comunidades. Suas contribuições têm se consolidado como uma abordagem aberta a novos horizontes empíricos e analíticos … Continuar lendo Como as Coisas Importam: uma Abordagem Material da Religião – Textos de Birgit Meyer

“O museu de arte como ritual”, Carol Duncan

Neste trabalho a autora procura mostrar os aspectos rituais gerais dos museus de arte. Eles são: primeiro, a implementação de um espaço separado, uma zona “liminar” de espaço e tempo no qual os visitantes, retirados das atribuições de suas vidas práticas diárias, se abrem a uma qualidade diferente de experiência: e segundo, a organização do ambiente do museu como um tipo de script ou cenário onde os visitantes atuam. Também argumenta que conceitos ocidentais de experiência estética, geralmente tomados como a raison d’être dos museus de arte, correspondem bem de perto com o tipo de fundamentos usualmente citados para os … Continuar lendo “O museu de arte como ritual”, Carol Duncan

Macumba surrealista: observações de Benjamin Péret em terreiros cariocas nos anos 1930

Giumbelli, Emerson. Macumba surrealista: observações de Benjamin Péret em terreiros cariocas nos anos 1930. Estudos Históricos (Rio de Janeiro). , v.28, p.87 – 107, 2015. Benjamin Péret, poeta surrealista francês, viveu no Brasil entre 1929 e 1931, período no qual observou … Continuar lendo Macumba surrealista: observações de Benjamin Péret em terreiros cariocas nos anos 1930

Integrantes do MARES participam da XIII Reunião de Antropologia do Mercosul

A próxima Reunião de Antropologia do Mercosul, que ocorrerá entre os dias 22 e 25 de julho de 2019, contará com um Grupo de Trabalho coordenado por integrantes do MARES. O GT “Redefinições do religioso em cenas públicas: dimensões simbólicas e materiais” será coordenado por Emerson Alessandro Giumbelli Emerson Giumbelli (UFRGS), Edilson Pereira (UFRJ) e Juan Scuro (Universidad de la República). Confira o resumo do GT: Este GT pretende contribuir para a discussão das dinâmicas de transformação que percorrem o campo religioso em diversos âmbitos, com ênfase sobre o cenário latino-americano. Essas transformações perpassam a vida cotidiana e os momentos … Continuar lendo Integrantes do MARES participam da XIII Reunião de Antropologia do Mercosul